Na sala com amigo do meu marido dormindo

Moro em João Pessoa, sou casada, 27 anos, tenho uma filha de 5 anos de idade, tenho pele clara, cabelos lisos, nos ombros, loira, olhos castanhos, aproximadamente 1,63m e 56kg, seios médios, bumbum, digamos de família, aproximadamente 101cm de quadril, 74cm de cintura.



Fui criada num regime muito rígido, com meus pais e demais familiares me tratando sempre como uma taça de cristal, a menininha da família, a santinha, tentando me proteger e poupar dos males da sociedade e do mundo. Namorei, noivei e casei aos 21 anos, com quem perdi a minha virgindade pouco depois do noivado. Com outros namorados antes dele nunca transei, nunca houve penetração.



No início tudo eram flores, mas com o tempo meu esposo passou a ser obsessivo, doente de ciúmes e passou a querer me regrar em tudo, ou seja, tudo aquilo que vivi dentro da casa dos meus pais, agora estou vivendo com meu marido. Não posso usar decotes, shorts curtos, saias, etc. Este comportamento tem nos feito brigar muito e a cada dia ficamos mais distantes.



Numa destas ocasiões de ciúmes brigamos feio e passamos mais de 30 dias de mau, pois eu estava com ódio dele. Mas, ele convidou uns amigos e familiares para um pequeno churrasco-almoço em nosso apartamento, em julho de 2012.



Música tocando, muito bate papo, muitas cervejas, drinks e, como sou fraquinha, com o terceiro drink eu já estava animada. Não se se por causa do álcool e pelo fato de estar a mais de 30 dias sem fazer sexo, eu comecei a subir pelas paredes, conversava com o pessoal e ficava olhando os homens e percebendo que alguns já me observavam, comecei a gostar de situação e já andava rebolando pelo apartamento.



Meu marido, como sempre, bebia todas, srsrsrsr e já nem se dava conta de nada. Eu aproveitei isso e passei a desfilar, mas tudo bem discretamente e já me sentia completamente louca de tesão. Fui ao banheiro e, nem me perguntem como tive coragem, tirei o soutien e a calcinha, toda melada já, e voltei para a sala, com um enorme medo do meu marido perceber q eu estava sem alguma das peças.



Ele não percebeu, mas dois amigos dele logo notaram, pois os bicos dos meus seios estavam me denunciando, e logo uma das esposas notou o interesse deles em mim e quis montar uma cena, mas foi esfriada por outras. Ela ficou furiosa, pegou o marido e um casal de conhecidos que havia ido de carona com elas e foram embora.



Lá para as 20 horas, só ficamos, eu, meu marido, um amigo dele e a esposa dele, que tinha um evento programado para ir, mas meu marido e o esposo dela estavam muito bêbados e sem condições de ir para local algum. Ela ficou um pouco chateada com ele e disse q iria ao evento e que eu ligasse para ela quando a nossa festa acabasse. Disse a ela que estava combinado assim.



Bom, ela saiu e fui tomar um banho pra esfriar um pouco e pensei logo: Ahhh tenho que transar com meu marido hoje, estou com muito tesão.

Tomei banho, coloquei uma saia e um top, sem nada mais e fui a sala, com o maior medo do meu marido brigar, mas cheia de tesão.



Chegando a sala me deparo com meu marido quase dormindo e o seu amigo muiiitttooooo bebado assistindo a um show na televisão. Chamei meu marido que resmungou mas me seguiu até o quarto, onde deitou e foi logo roncando.



Voltei a sala e perguntei ao amigo dele se queria tomar um banho, ele muito bebado falou que seria bom. Fui ao meu quarto e peguei uma barmuda de pijama do meu marido, que é mais alto e mais cheinho do que ele e passei para ele.



Quando ele saiu do banho estava muito engraçado com aquela bermuda grande e super folgada. Ri bastante e fui para a sala. logo ele chegou e sentou na outra poltrona e voltou a tomar cerveja e ficamos conversando. Ele com um olho pidão nos meus seios quase a mostra e nas minhas pernas. Mas o danado estava muito bebado e deitou no chão e acabou dormindo. Fiquei triste mas estava como nunca, pensando, uau, eu em minha casa, com uma roupa assim, os seios quase saindo, de saia sem calcinha e um amigo do meu marido de comendo com os olhos, estou ficando doida, srsrsrrsrsrrsr

 Mas fiquei ali e acabei me deitando no sofá e e olhando para ele, querendo ver ele ele estava realmente dormindo, e percebi que sim.



Fiquei olhando meus seios na blusa, com os bicos rijos, marcando totalmente e passei a alisar de leve por cima da blusinha e pensava, olha só "amigo", rsrsrsrs, nao aguentei e fui subindo um pouco, depois um pouco mais e logo liberei um dos seios e apertei o bicos pesando, que loucura isso, se vc acordar vai ver o seio da esposa do seu amigo.

Meu coração pareia que iria sair pela boca.



Me levantei, fui ao meu quarto, chamai meu marido que apenas roncava. Vendo que ele realmente estava apagado, corri para a sala, me deitei no outro sofá, onde o amigo dormia em baixo., puxei o top inteiro e passei a mexer nos seios, louca de tesão, me virava bem pro rosto dele, louca que ele acordasse e visse meus seios assim, nus.



Logo estava com um mão no meio das pernas e a saia toda na cintura, eu estava tooottallllmmmeeennnttteee molhada de tesão. Saí do sofá, puxei a mesinha de centro, me ajoelhei, tirei o top e passei o bico de um seio nos lábios dele, dava pra sentir a respiração quente e de álcool.



Não a guentei e comecei a me masturbar, tirei a saia também. Pus uma perna no sufa, a outra no chão e tentei encostar a xana na boca dele, mas nao conseuia. Então me lei meus dedos e passei nos lábios dele.



Enfiei dois dedos em mim e comecei uma louca masturbação que me fez cair num gozo de proporções inexplicáveis.



Me levantei tonta, totalmente pelada, fui a cozinha, tomei um copo de água, mas continuava louca de tesão.



Voltei para a sala e fiquei olhando para ele, e me bateu a curiosidade de ver seu membro. Não resisti e fui até a bermuda e com calma puxei a lateral de uma das pernas, logo apareceu seu saco, tive um choque, e devagar puxei mais e pude ver seu penis, eu estava tonta de tesão, medo,....



Fiquei ali olhando, paralisada e sem pensar mais, passei a mão bem devagar no saco e subi e toquei no penis, quente. Eu me tremia inteira. toquei bem devagar e logo me deu vontade de cheirar o que fiz, nessa hora eu já me masturbava loucamente novamente.

Não aguentei mais e lambi o penis dele, tirei a mão e apenas fiquei lambendo, tentei resistir, mas o impulso foi maior e coloquei a cabeça na boca e fiquei lambendo e sugando devagar. Resolvi desligar a tv e fiquei só na penumbra das luzes que entravam pela varanda.



Voltei a colocar a cabeça do penis na boca, e com dois dedos iniciais uma masturbação louca, mas, pra minha supresa, o penis dele começou a crescer, tive um susto e saí correndo dali, srsrsrrsrsr



Fiquei no corredor e lembrei q havia esquecido minha roupa em cima do sofá. Não sabia o que fazer. Fiquei olhando e vi que ele nao se levantou. Voltei devagar e ele roncava. Nessa hora pensei comigo, seja o que vier.



Me ajoelhei novamente, vi que a bermuda estava do mesmo jeito ainda e o penis meio mole, abocanhei só a cabela e comecei a lamber e a sugar a cabeça. Comecei a sentir crescer denovo resolvi nao parar, eu estava totalmente gelada, tremendo e cheia de tesão, o penis ficou duro e começou a pulsar comeceu a subir e descer com a boca na cabeça e nao me perguntem como tão rápido senti a a cabeça inchar e percebi q ele iria gozar, acelerei os movimentos e era o q eu pensava, ele começou a jorrar na minha boca, muuuiitttttooo esperma, fiquei sem folego e gozei como nunca na minha vida, pegava o melado dele e passa nos meus seios e chupava. Que loucura.



Me levantei tremendo toda, peguei minha roupa e corri pro meu quarto.

Me deitei ao lado do meu marido, pensando a loucura q que eu estava frita.



Mas fiquei ali, toda melada, peguei um espelo na mesinha de cabeceira e me vi ali, melada, olhei minha boca, nao acreditei e me masturbei mais uma vez. Um gozo imenso.



Botei um top, um shortinho e me deitei e dormi.



No domingo acordei morrendo de medo, arrependida, esperando a maior confusão da minha vida.



Para a minha surpresa, nosso amigo estava dormindo ainda. Levei um lençol e o cobri, pois seu penis estava todo de fora do calção. Fiz café e fui tomar banho, com o pescoço, rosto e seios todo grudento, rsrsrsrsrs.



Meu marido acordou, tomou banho, disse q estava com uma ressaca terrível. Chamou o amigo, fomos com ele a sua casa, pegamos a esposa dele e fomos a praia e, até hoje ninguém nunca tocou no assunto.



O mais interessante é que o nosso amigo continua a vir a nossa casa e nunca me indagou. Hoje, acredito que ele não percebeu que eu fiz aquilo nele.



Confesso que essa foi a loucura mais gostosa que fiz na minha vida, pelo menos a té hoje.

Gostou? Vote no Conto:

13/08/2012 | 76385 visitas

 

Contos Eróticos Relacionados

Comida pelo meu irmão

 
 
videos porno amadoras safadas