A Loira casada da internet

Dezembro de 2001 trabalhava numa faculdade como técnico em informática no período da tarde e a noite. E era justamente no período da noite que o trabalho era mais calmo e sempre sobrava um tempinho para entrar na sala de bate papo. Conversava com várias pessoas, principalmente mulheres, solteiras e também casadas.

No meio do mês de dezembro, poucos alunos na faculdade entrei no bate papo da minha cidade e comecei a conversar com uma mulher, Cristal, 26 anos, loira, casada e sozinha em casa, já que o marido estava viajando. Conversa vai, conversa vem, marcamos dela me pegar na faculdade, já que nessa época eu estava sem carro. Só que na net tem sempre q desconfiar e no fim da conversa, acertado o local que ela me pegaria, ela saiu da sala e fiquei na duvida e não fui ao encontro dela.

Passado uns dias encontro ela novamente no bate papo, estava uma era e nem queria falar comigo, pois tinha ido ao local e eu não apareci. Conversa vai, a convenci a se encontrar novamente, porém dessa vez ela não foi ao encontro, tipo, uma vingança do que eu tinha feito. Pois bem, no dia seguinte a encontrei novamente e dessa vez marcamos o encontro e depois de alguns contratempos finalmente conheci minha deusa loira. Demos uma volta, porém ela foi dura e nem quis saber de nada mais envolvente, nem mesmo beijo.

Depois desse dia não tive mais paz, so pensava nessa mulher, ela ligava para mim, dizia que estava na cama só de calcinha, me deixava maluco. Saímos mais duas vezes e na última ate consegui beijá-la, mas foi só. O tempo passava, ela me deixava maluco e nada acontecia. Foram 5 longos anos de tentativa e nada, algumas confusões no caminho, ate que desisti, simplesmente não corri mais atrás.

Quando foi em outubro de 2008, já tinha saído da faculdade, estava trabalhando em outra empresa, recebo uma ligação, uma voz que me provocava muito desejos do outro lado me perguntando se eu sabia quem estava falando e eu disse que sim, que era a loira mais linda da cidade. Ela riu e perguntei qual era o milagre dela estar me ligando, ela disse que tinha sonhado comigo na noite anterior e que tinha sido um sonho bom. Perguntei o que ela tinha sonhado e ela me disse que pelo telefone ela não iria dizer, e aproveitei e chamei-a para sair, e ela aceitou, e combinei de pega-la perto do apto dela.

Na hora marcada passei em frente ao apto dela, liguei e ela pediu para eu dar a volta no quarteirão que ela já estava descendo, quando passei em frente novamente ela estava com uma camiseta de alça bem justa e um shortinho xadrez e salto, uma visão maravilhosa. Parei o carro, abri a porta e ela entrou. Sai rapidamente dali, trocamos umas palavras. Então perguntei onde ela queria ir e ela disse que onde eu quisesse. Então disse que iria levar ela a um motel e ela disse que tudo bem, mas que a gente não iria transar.

Chegamos no motel, entramos no quarto, ela deitou na cama. Deitei em cima dela e comecei a beija-la,e então ela ficou maluca, gemendo, comecei a esfregar o pau duro na xaninha dela por cima da roupa mesmo, acariciar os seios dela, e levantando a camiseta dela, deixando ela só de sutiã. Continuei beijando a boca dela, desci, puxei o sutiã de lado até aparecer o seio dela, quando comecei a beijar ela ficou louca, aproveitei e meti a mão na xaninha dela, abri o zíper do short e o botão, enfiei a mão por dentro da calcinha e alcancei a xaninha dela. Então parei de beija-la, tirei a minha camisa, minha calca e em seguida o shortinho dela, que nisso já tinha tirado o sutiã. Partir então para tirar a calcinha preta de renda que ela usava, descendo ela pelas pernas e tendo a visão da buceta loira e linda, depilada, com pouco pelos, comecei a lamber a xaninha dela, que logo me pegou pela cabeça e me falou ? quero você dentro de mim. Não resisti, peguei uma camisinha e coloquei no pau e ela deitada, já foi abrindo as pernas para eu me acomodar, e segurei no meu pau, ajeitei a cabeça na entrada da buceta e fui empurando, sentindo entrar todinho e vendo minha deusa abrir a boca e soltar um gemido de prazer, encostei a boca no ouvido dela e falei ? não acredito que depois de sete anos consegui estar dentro de você - e ela me respondeu dizendo ? aproveita que agora ela é toda sua, me come gostoso ? e então meti com força ate ouvir ela gemendo e gozando e gozei também. Ficamos na cama, sem falar nada um para o outro, ate que comecei a beija-la novamente e ela segurou meu pau e fez ele ficar duro novamente e pediu para eu pegar uma camisinha. Peguei a camisinha, coloquei no pau e quando fui deitar, ela ficou de quatro e disse ? quero assim ? então fui por trás dela, esfreguei na xaninha e meti dentro, e ela começou a gemer feito maluca e logo gozou. Continuei metendo e não demorou muito ela gozou novamente. Então ela fez a coisa mais deliciosa que uma mulher fez comigo. Pediu para eu deitar, veio por cima, mas não de frente, veio de costa, com a bundinha virada para mim, segurou no meu pau e ajeitou na buceta, foi descendo devagar ate ele sumir dentro, e começou a subir e descer, proporcionando uma sensação deliciosa que me levou a gozar rapidamente, com ela gemendo algo e gozando junto.

Depois desse encontro saímos mais três vezes, e em todas elas transamos de todo os jeitos. Infelizmente pouco tempo depois eu mudei de cidade e agora so ficaram as lembranças da minha deusa loira.

Gostou? Vote no Conto:

02/09/2011 | 15055 visitas

 
 
 
flagras porno amadoras