O Metrô sempre Lotado

Olá, me chamo Juliana, sou de SP, casada a 5 anos e sem filhos. Sou Fisioterapeuta, me formei em Dezembro de 2009. Depois de formada, consegui um emprego numa clinica de ortopedia. trabalho todos os dias e para chegar no trabalho utilizo o metrô, ando 7 estações nos horários de pico. É horrivel! um sofrimento ter que andar completamente esmagada de manha e a tarde. Em condução lotada sempre tem os engraçadinhos que se aproveitam da situação. Eu percebi que eles tem uma tática: primeiro eles esbarram a mão no bumbum da mulher. se ela olhar pra trais ou tentar mudar de lugar eles param. Se a mulher não tem reação, eles se encostam e ficam se esfregando a viajem inteira. Eu sei dessa tática pois ja aconteceu comigo muitas vezes. Como eu tenho que me vestir de branco e tenho um quadril privilegiado, acabo chamando a atenção dos engraçadinhos. Quando começei a andar de metrô eu ja sabia que isso poderia acontecer, pois ja tinha ouvido falar dessas famosas encoxadas no metrô lotado, então ja ia preparada. No meu segundo dia de metrô, logo pela manhã, eu estava com uma calça jeans branca, justinha, um scarpin branco alto e uma blusinha de seda branca. Senti uma mão que esbarrava no meu bumbum mas eu nem imaginava que era proposital. De repente, as esbarradas pararam e eu senti um homem encostando atrais de mim, pressionando forte o corpo dele contra a minha bunda. Foi muito facil perceber que ele estava com o pau duro. Fiquei paralisada! Eu pensava que o certo seria eu sair dali, mas ao mesmo tempo aquilo me excitou de tal forma que eu quiz ficar! Fiquei parada no mesmo lugar deixando o engraçadinho se aproveitar da situação. Ele esfregava o pau na minha bunda de um jeito! Eu fiquei curiosa pra ver quem era que estava me encoxando mas não tinha coragem de olhar pra trais. Dai tentei ver pelo reflexo do vidro, percebi que era um garoto de uns 19 ou 20 anos no máximo. Ele usava uma calça de sarja bem larga e tenis (foi o que consegui ver). Eu sentia aquela rola dura esfregando na minha bunda e adorava! É isso mesmo! eu estava adorando aquela situação. Eu ja estava muito molhada, foi quando senti as mãos dele me segurando pela cintura. Nossa, isso foi demais! Quando senti ele me segurando pela cintura, fiz questão de empinar o meu bumbum. Ele ajeitou o pau pra ficar bem no meio do meu bumbum e assim me fez gozar em alguns segundos. Minhas pernas tremiam depois do orgasmo, mas ele não parava, continuava esfregando o cacete no meio da minha bunda. Eu sentia aquela rola dura sendo esfregada bem no meu cuzinho. Nossa, que sensação deliciosa. Coloquei uma mão minha por cima da mão dele que estava na minha cintura pra ele perceber que eu estava gostando, foi quando ele falou no meu ouvido: "Vai vagaba, continua rebolando na minha rola que eu vou esporrar na cueca". Isso pra mim foi uma ordem! passei a esfregar minha bunda no pau dele, claro que discretamente pra ninguem perceber. Esfregava gostoso minha bunda, sentindo aquele cacetão duro bem no meio, parecia até que escostava no meu cuzinho. Chegou minha estação, mas eu não queria descer. Continuei na posição, me esfregando, fazendo o que ele tinha mandado. Não demorou muito e ele encostou no meu ouvido, deu uma gemidinha baixinha e disse: "to gozando sua puta". Ele ficou completamente parado ali por alguns segundos, percebi que ele mexia em alguma coisa com uma das mãos enquanto a outra continuava na minha cintura. De repente ele trouxe pra frente a mão que mexia em algo e me mostrou! Ele tinha colocado a mão dentro da calça e me mostrou ela totalmente melada de porra. Na hora subiu aquele cheiro forte de esperma. Fiquei com uma vergonha enorme! achava que todo mundo do vagão ja sabia que ele tinha gozado. Eu peguei na mão dele e passei ela na minha barriga, sentindo aquele liquido quente me melando. ele ainda limpou o que restou de porra na minha calça, esfregando a mão na minha coxa. O metrô parou na estação e eu desci correndo, sem falar nada e sem olhar pra trais. Apenas desci e fui andando até o outro lado da estação com as pernas tremendo, o coração disparado, minha barriga e minha calça melada e um cheiro forte de porra, mas maravilhada com o que tinha acontecido. Foi muito bom! muito gostoso! Depois disso, ja fui encoxada inumeras vezes no metrô, mas infelizmente nenhuma vez foi como essa. Eu até comecei a usar calças de coton e lycra, mas até hoje ainda não encontrei outro engraçadinho que me fizesse ter um orgasmo sendo encoxada.



Bjuss a todos os engraçadinhos do Metrô..rsrs

Gostou? Vote no Conto:

28/09/2010 | 160815 visitas

 
 
 
sexo anal porno flagras