O irmão da minha melhor amiga.

Meu nome é luana, e moro em Salvador. Sou morena, tenho 1,70 de altura, peso 56. Sou conhecida pelo tamanho dos meus peitos, que são enormes e ligeiramente caídos, mas não tanto. Tenho um quadril tão avantajado quanto os seios, pernas fortes, barriga lisinha com um piercing, olhos verdes e uma buceta lisinha, com poucos pêlos no centro. Tudo aconteceu no ano passado, nessa época ainda era solteira e virgem (meu namorado ainda hoje pensa que perdi a virgindade com ele.) e fiz uma viajem com minha melhor amiga Amanda, fomos para fortaleza. Amanda tem um irmão, seu nome é Lucas, e nós (eu e lucas) sempre fomos simpáticos um com o outro, devido a amizade antiga que tenho com Amanda, já era bem íntima da família e me sentia muito a vontade na casa deles. No quarto dia de viajem, nós todos (eu, amanda, lucas, irmã da amanda com o namorado) fomos para a frente da casa, onde estendíamos os colchões e armávamos redes, pois preferíamos dormir fora da casa, sentindo e ouvindo o barulho do mar. Amanda me perguntou, se eu queria jantar pois a comida estava servida, disse que não, pois estava sem fome.. que ficaria alí, deitada na rede esperando por todos, mas para minha surpresa, Lucas também se recusou e ficou deitado no colchão embaixo da minha rede. Estávamos calados. Então pedi pra ele balançar um pouco minha rede, e percebi que ele colocou a mão exatamente na minha bunda e empurrou, me fazendo balançar. Achei que foi sem querer, pois ele nunca tinha se insinuado para mim. Passado algum tempo, ele continuou a "balançar" e novamente colocando a mão na minha bunda, e eu tenho que admitir que estava gostando bastante.

Então, fechei os olhos.. não queria que ele achasse que era uma puta, e que ia deixá-lo fazer qualquer coisa comigo. Fingi estar dormindo, mesmo sabendo que ele percebeu que eu não estava. Logo o "empurra-empurra" cessou. Logo agora que eu queria mais..então, ele pôs a mão no meu peito, pois estava deitada de lado na rede, e um dos meus peitos estava pressionado contra a rede bem em cima dela, que estava no colchão.

Ele apertou o meu peito, e depois com mais força.. tanto, que a rede se mexia. Depois percebi ele passear com a outra mão pela rede, e já sabia o que ele estava procurando e também desejava por isso. Virei-me um pouco, fingindo dormir.. e permiti que ele encontrasse a minha buceta, ele pressionava os dedos na rede, tentando abrir a minha vagina.. pressionou meu clitóris, estava me deixando louca, minha respiração já estava ofegante.. e percebi que estava molhadinha, mas a posição não nos favorecia.

Para a minha alegria, percebi ele levantar a mão mais alto, e coloca-la desta vez dentro da rede.. e devido a minha posição(de lado, como disse) os meus peitos estavam juntos e com um volume maior ainda, e para ajudar minha blusa tinha um decote bastante saliente. Sem hesitar, ele pôs a mão dentro do meu decote.. alisou o começo do meu peito, e meu coração já estava a mil por hora e sei que ele percebeu. Depois, colocou a mão por dentro do sutiã, abriu a mão e tentou apalpar meu seio inteirinho, apertou, e continuou apertando.

Ouvi alguns gemidos, ele estava me deixando louca e com uma vontade de foder, mas ainda era virgem e tinha muito medo.

Ele começou a massagear os meus mamilos, dando leves apertadinhas, puxadinhas, até uns beliscõezinhos. Deixou uma das mãos lá, abaixou a outra, procurando de novo pela minha buceta.. sem que ele percebesse abri as pernas, para facilitar. Passou pela minha barriga, e logo encontrou o botão do meu short, abriu-o e fez o mesmo com o zíper.. colocou a mão dentro da minha calcinha, e agora não podia fingir, pois ele viu que estava toda molhada e minha buceta estava inchadinha. Com carinho massageou meu clitóris me fazendo gemer, espalhou a minha gosma pela buceta inteira e levemente enfiou um dedo na minha vagina, e me fez gemer um pouco mais alto. Chegou no meu cú, e enfiava o dedo com mais força, e eu gemia cada vez mais alto..com medo que alguém percebsse me levantei correndo, e percebi que ele assustado ficou parado lá. Fui então ao banheiro do quintal, que ficava um pouco distante da casa, sentei no vaso, abri as pernas e comecei a me masturbar loucamente, sem acreditar no que tinha feito. Ouvi batidas na porta e ele disse: Luana, sei que está aí, abra por favor. Demorei um pouco, mas acabei abrindo. Então ele disse: Agora você vai ser todo minha, sua gostosa, rabuda. Me pegou pela cintura e me sentou na pia, fiquei observando ele tirar a camisa e depois o short, exibindo uma cueca apertadinha e um pau duro, e bastante grande. Depois me vendo afilta disse: Não precisa se preocupar, vou te ensinar direitinho como se faz, cachorra! Eu respondi: Então me ensina, porque eu quero aprender com você gostoso. Aí ele tirou minha blusa com brutalidade, puxou meu short e desabotuou meu sutiã, vermelho. Começou a mamae nos meus peitos, com força dando chupadas(que ficaram lá, por alguns dias) e apertando minha bunda com força, dando tapas e arranhões. Então não aguentava mais e disse: Quero que você prove de mim, me lambe todinha. e ele respondeu: Sim senhora. Então tirou minha calcinha e abriu minhas pernas com tanta força que derrubamos as escovas e pastas de dente que estavam na pia. Ele devagarinho lambeu meu clitóris e segurava sua cabeça, puxava seu cabelo a medida que ele lambia mais forte, então ele enfiou com vontade a língua na minha vagina e ficou com ela lá, por uns segundos, provando de mim. Então eu disse: é agora? quero que seja agora. Ele disse: Eu também, mas antes quero que prove de mim. Então caí de boca, tirando a cueca dele e lambendo aquele pauzinho gostoso..ele disse: tem certeza que é sua primeira vez? eu disse: sim. ele: pois você é quase profissional. Então continuei lambendo, chupando, levando-o até minha garganta. Depois disso, ele me tirou de cima da pia e me virou de quatro e enfiou o pau em mim, grosso e duro.. rasgando minha xotinha virgem, era tão gostoso que a dor fez parte do meu prazer. Ele não era delicado e eu gostava disso, me virou de frente e me pôs em cima da pia de novo agora, ele penetrava em mim mais rápido e lambia os meus peitos, e cada vez mais tápido, mais rápido, massageando meu clitóris na mesma velocidade, me fazendo gozar loucamente, muitas vezes.

Saímos do banheiro separadamente e ninguem percebeu nada, hoje tenho namorado, e não dou bolta pra ele.. mas sei que ele tem vontade de me comer de novo, quem sabe um dia né?

Gostou? Vote no Conto:

30/09/2010 | 39552 visitas

 
 
 
sexo gostosas ninfetas